27 de dez de 2010

Carmencita

 
                                 http://2.bp.blogspot.com/_HHWpWqlAvbs/TFptZ1XaomI/AAAAAAAACdo/JDreW9cEwFo/s1600/2.JPG  

Chamava-se Carmencita
A cigana mais bonita
Do que um sonho, uma visão

Diziam que era a cigana,
Mais linda da caravana,
Mas não tinha coração(2x)

Os afagos, os carinhos
Perdeu- os pelos caminhos
Sem nunca os ter conhecido

Anda buscando a aventura
Como quem anda a procura
De um grão de areia perdido

Numa noite , de luar,
Ouviram o galopar
De dois cavalos fugindo

Carmencita, linda graça
Renegando a sua raça,
Foi atrás de um sonho lindo(2x)

Com esta canção magoada
Se envolve no pó da estrada
Quando passa a caravana

Carmencita, carmencita
Se não fosses tão bonita,
Serias sempre cigana (2x).


Por Amalia rodrigues

Carmencita a cigana

http://4.bp.blogspot.com/_HHWpWqlAvbs/TFpr979s6dI/AAAAAAAACdY/wGFL6zsO2_I/s1600/3.jpg 


  Carmencita é uma cigana espanhola, da Andaluzia.
Usa roupas coloridas, sem preferência de cor, adora flores
Não dispensa os colares, os anéis e as pulseiras, pois é muito vaidosa.
Suas argolas são sempre de ouro.
Adora tocar castanholas, principalmente quando dança ao redor da fogueira, essa cigana vem pelo lado das Salandras.
Ela não dispensa um pandeiro com fitas finas e coloridas, mais algumas usam leques.
Todas as pessoas que têm esta cigana em sua aura jogam cartas.
Carmencita gosta de pedra principalmente malaquita que usa muito em suas magias de amor
Suas oferendas são sempre feitas aos sábados, até as 10 horas da manhã e com o Sol iluminando o planeta Terra. ( Eu tenho esta cigana... coloquei sim oferendas pra ela na noite, e ela recebeu muito bem, com a luz da Lua...)
Carmencita é uma cigana alegre, mais um pouco fechada, suas respostas sao diretas, e as vezes parece mal-humorada, fala pouco mais sempre tem uma palavra amiga para quem a proucura.. 
Cigana que ama bailar, e adora rodopiar, seu olhar é marcante e sendutor... 
Gosta muito de saias bem rodadas, pois quando estar a bailar levanta sua saia, gosta de bebidas suaves. Adora usar os cabelos em forma de coque muitas usam rosas nos cabelos ,  e quando usa lenço no cabelo, é sempre curto...
Uma cigana linda e encantadora, iluminada e boa  feiticeita.
Cigana que faz muita magias para o amor


Seu elemento é o fogo, as Salamandras.
Adora rosas, perfumes de jasmim e pulseiras.

18 de dez de 2010

Cigana Carmen

[Cigana+Carmem.jpg] 



 É uma cigana encantadora que gosta de festa, música, dança e muitos sorrisos.
Trabalha juntamente com todas as forças da natureza, principalmente as do fogo, pois atua com as Salamandras.
Utiliza estrelas de cinco e seis pontas que repesenta  a magia e o amor.
Também utiliza a simbologia de um espiral que é uma forma da antiga escrita voltada para a magia, cura espiritual e física, e a promessa de proteção contínua para a médium e os que a rodeiam.
Há muito tempo não reencarna aqui, mas também faz parte da grande missão de outros seres terrenos e de diversos tipos de entidades.
Tomou a identidade de cigana por ter sido a última em que passou por aqui, e foi preciso haver uma adaptação dela para chegar mais próxima das pessoas deste mundo, e assim atingir mais as massas, podendo assim se expressar e atender aos pedidos das pessoas, trabalhando com os seus sentimentos.
Seu trabalho é feito da seguinte forma: desperta nas pessoas o poder que elas mesmas possuem em realizar coisas boas.
A entidade é uma mensageira de amor, e uma representante do elo de ligações entre tantos mundos.
Nada mais faz do que pedidos a entidades superiores, a respeito dos suplícios dos consulentes, e estes recebem a graça pelo seu próprio merecimento.
O seu trabalho mais importante é o despertar das pessoas para a espiritualidade e para a humildade, que para ela, caminham juntas.
A espiritualidade uniu estas pessoas propositadamente, é claro também, tantos outros grupos espalhados por todo o planeta.


Quando passou por aqui foi uma ciganinha bastante bem humorada, e desde cedo foi iniciada em magia por uma cigana mais velha.
Chamavam-na de feiticeira da tribo. Fez muitas coisas boas, e coisas ruins também, pois trabalhavam com a cura e com interesses próprios, tais como o ouro.
Desencarnou ainda jovem; não se casou, porém já estava prometida a um cigano bem mais velho.
Se revoltou com isto, pois havia se apaixonado por um homem de fora da tribo, e com isto a deixaram de lado por um bom tempo.
Deveria casar-se aos 14 anos, mas tinha que esperar o tal cigano passar por alguns rituais. Foi aí que aproveitou. Mesmo sendo deixada de lado, vivia sempre feliz e sorridente e encontrava-se com o tal homem de uma tribo bastante diferente da dela.
Começou a aprender com ele a magia dos índios e da natureza, e quando sua tribo descobriu, fizeram uma grande festa para ela.
Convidaram toda a tribo indígena e o seu futuro marido matou os dois no meio de toda a tribo, amarrados a uma árvore, com o seu punhal em seus corações.
Foi escolhida esta morte para servir de exemplo a outras ciganas. Mas, desencarnou feliz ao lado da pessoa que amava e com sua personalidade fortalecida.

Material de Trabalho: Bola de Cristal, Pêndulos, muitas pedras, incensos, velas coloridas, entre outros.
Locais de Entrega: Em campos embaixo de uma árvore.
Bebe: Vinho tinto champanhe
Fuma: Cigarros de preferência os que contém cravo.